quarta-feira, 17 de abril de 2013

5 minutos a escangalhar! Não procrastines, precisas de ajuda?

Ser freelancer não é ser lonelancer.

Cada vez mais se faz tudo sozinho, toda a gente quer viver sozinha, cada um de nós quer sempre mais e mais tempo para si, queremos depender menos e ter mais mérito pelo trabalho que fizémos e andamos a esquecer a colaboração, cooperatividade, entreajuda, e quando é que nos lembramos?
Quando estamos entalados!

Trabalhar em equipa é essencial. Saber encontrar sinergias e parcerias, ter alguém que está lá para puxar por ti quando achas que já não vais dar mais, produzir valor acrescentado para o teu trabalho! A união faz a força!



Quando um projecto é apenas teu, a tendência é tentar fazer tudo sozinho. Sobretudo se trabalhas em casa, até te esqueces que há mais pessoas com quem podes colaborar!


Pedir ajuda não é uma fraqueza, antes pelo contrário, quem admite que precisa de ajuda tem noção das suas limitações, e essa noção coloca-te muito mais à frente no mercado. O teu cliente sabe que tens parcerias e que criaste relações, que contas com a ajuda de vários colegas, que, basicamente, conheces as pessoas certas ;)


Desde o início da tua vida como freelancer tenta criar uma rede colaborativa, ajudar e ser ajudado. Nem todos temos os mesmos talentos, e ter amigos e colegas que colocam o seu talento à tua disposição é um privilégio!

Por outro lado, ter uma rede pode ser necessário para ti no sentido de ser chamado à atenção para detalhes que te escapam, relembrar-te dos prazos e compromissos, dar-te aquela palavra de motivação

Junta-te a comunidades de artistas e criativos online e fisicamente, procura uma cooperativa de artistas na tua área ou associações e espaços que te podem apoiar. Conversa com outros profissionais da tua área, vê por onde andam eles, cria um círculo de amizade dentro da tua área e cultiva essas relações.


Um homem não é uma ilha!

Pede ajuda profissional e pessoalmente, às vezes só precisamos que alguém nos diga que somos capazes, ou que nos leve um chá quando perdemos o alento. Aprende a ajudar e ser ajudado, e estarás a aprender a mostrar a tua solidariedade e humildade, que embora subvalorizadas nos dias de hoje, terão muito a fazer por ti e pelas tuas relacções.



Nem queiras saber o que já se disse por aqui nesta rubrica! Mas já que insistes... 5 minutos a escangalhar!

Sem comentários:

Enviar um comentário