quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

5 Minutos a Escangalhar! - Dica anti-procrastinação da semana - Arrisca: Salta de um penhasco e constrói as asas no caminho!

Os meus joelhos tremem uma vez por semana, nunca menos.
Tremem quando dou um salto, grande ou pequeno, todo o salto mete medo, alguns mais, alguns menos.

Cedo ouvi a célebre citação de Ray Bradbury:

Se ouvíssemos o nosso intelecto nunca teríamos um envolvimento amoroso. Nunca teríamos uma amizade. Nunca teríamos um negócio, porque seríamos cínicos. Bem, isso não faz sentido. Tens que saltar de penhascos a toda a hora e construir as tuas asas no caminho (para baixo).


If we listened to our intellect, we'd never have a love affair. We'd never have a friendship. We'd never go into business, because we'd be cynical. Well, that's nonsense. You've got to jump off cliffs all the time and build your wings on the way down. - Ray Bradbury 


Cada vez me faz mais sentido esta frase. Sempre que me proponho a algo, nunca sei se estarei à altura da fasquia, cada vez dou um salto mais alto, e dizem que quanto mais se sobe maior é a queda. Mas como sabes se estás preparado? E deves sempre estar preparado para tudo?

Esperar pelo dia em que dominarás o assunto a 100% antes de aceitares dar aquela palestra, aquela aula, aceitar aquele trabalho, é apenas adiar o salto, adiar o momento em que te expões, evitar o fracasso aniquilando as possibilidades de sucesso!

Evitar afirmar o teu talento, 'não sou artista, sou uma pessoa que às vezes pinta', 'não sou professor, dou so aulas de vez em quando', estas e outras são apenas amostras daquilo que é a insegurança e a falta de coragem de enfrentar o momento em que tu és, e fazes aquilo que queres, e abraças as consequências, sejam elas quais forem.

Ninguém tem um plano perfeito, ninguém domina todo o conhecimento do mundo sobre uma área, até porque nos dias de hoje seria impossível. Errar é sempre uma aprendizagem.

Claro que ninguém quer fazer figura de parvo! Por isso é que se pratica, se estuda, se trabalha e investiga, mas há limites. Tem de chegar o dia em que vais expôr-te, atirar-te aos lobos, e vais sair-te bem, não duvides!

Aceitei participar numa exposição colectiva de artistas. Um minuto depois chegou o pânico! Preciso de terminar tantos trabalhos! Onde é que meti o caderno que tinha aquele esboço? Como vou pendurar os trabalhos na parede? Será que vai ser um fiasco? Os meus amigos vão aparecer?

Aaaaaaahhhhh! Os meus joelhos tremem, e sinceramente, não quero nem saber. Se não levar 10 trabalhos levo 3 ou 4, se não dormir na noite antes durmo lá e faço disso uma performance, ou uma instalação! Passei  a vida a criar, sou criativa, se procurar bem na minha casa devo ter quinhentas amostras disso, nem toda a gente tem que pintar telas, isso já está mais que visto!

Sabes que o salto é grande quando sentes o nervoso miudinho invadir-te e começas a pensar em todas as desculpas e evasões para não estar presente e não falhar. É esse nervoso miudinho o sinal de que deves seguir em frente e dar esse salto.

Portanto o que interessa é entrar, e escangalhar! Toda a gente sente insegurança. Que isso não seja nunca a desculpa para não fazer o que queres e sentir depois arrependimento.


Dá o salto, depois constrói as asas!


Lê todas as rubricas anti procrastinação 5 minutos a escangalhar! Sempre à quarta!

Sem comentários:

Enviar um comentário